Stock Quotes
Beijing Enterprises Water
(HKE Ex:371) HK$2,79-0,25
Be Water Network

Gestão de ativos

Ativos infraestruturais (instalações, redes e equipamentos)

As infraestruturas associadas a um sistema de abastecimento de água ou de drenagem de águas residuais constituem a parte mais valiosa destes sistemas, uma vez que estão no cerne da qualidade do serviço prestado e da sua eficiência económica. Neste sentido, e de forma a gerir estas infraestruturas de forma eficaz e sustentada a Be Water adotou um modelo de gestão patrimonial de infraestruturas que permite:

  • Garantir a sustentabilidade de níveis de serviço adequados;
  • Clarificar e justificar as prioridades de investimento;
  • Encontrar um equilíbrio entre desempenho, custo e risco no curto, médio e longo prazos;
  • Utilizar de forma sustentável os recursos hídricos e energéticos;
  • Planear a adaptação dos sistemas às alterações climáticas;
  • Privilegiar a reabilitação das infraestruturas existentes, sobre a construção de novas, sempre que possível;
  • Fomentar o investimento e os ganhos de eficiência operacionais.
A metodologia baseia-se na abordagem do projeto AWARE-P, desenvolvido pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), Instituto Superior Técnico (IST), a Entidade Reguladora Portuguesa (ERSAR), as empresas profissionais de software ADDITION e YDREAMS e o Instituto Norueguês de Construção e Infraestruturas (SINTEF).

Ativos não-infraestruturais (Recursos Humanos e Informação)

A gestão de ativos não-infraestruturais pretende alinhar a estratégia de desenvolvimento da empresa com as mais-valias ou oportunidades identificadas nos seus recursos humanos e tecnológicos, pretendendo-se:

  • Formar uma equipa multidisciplinar com responsabilidade direta na implementação do modelo de gestão patrimonial de infraestruturas;
  • Dotar esta equipa do conhecimento, capacidades técnicas e ferramentas necessárias à implementação deste modelo;
  • Contribuir para a elaboração do plano diretor, identificando e fundamentando as diferentes opções de investimento e o respetivo impacto na gestão eficiente e sustentável das infraestruturas;
  • Participar em iniciativas inovadoras ligadas à GPI;
  • Criar uma cultura de recolha e partilha de informação na organização que permita o enriquecimento dos dados disponíveis para os sistemas de apoio à decisão.
voltar atrás